Para Gerenciar a mudança de cultura, desenvolvemos modelo de gestão que trata de 23 perspectivas que deverão ser trabalhadas, para que se obtenha o melhor e mais estável resultado das mudanças requeridas, neste processo de transformação do DNA da Empresa.  

À medida que as empresas se adaptam às mudanças nos mercados, às expectativas dos consumidores e às variadas e novas regulamentações, elas estão sendo forçadas a desenvolver novas estratégias e mudar suas estruturas. No entanto, para que essas mudanças sejam bem sucedidas, a cultura da organização precisa estar alinhada com sua estratégia e sua estrutura — um processo que muitas vezes requer uma mudança de cultura.

Alguns líderes acreditam que a mudança cultural é muito complexa para ser gerenciada — ou que leva muito tempo para produzir resultados mensuráveis para fazer valer a pena lidar com isso. Isso pode ser uma boa notícia para líderes  que entendem que a mudança cultural pode ser planejada e gerenciada: eles podem obter uma vantagem sobre sua concorrência. 

 Oex-CEO da GE, Jack Welch, disse certa vez: "“The soft stuff is the hard stuff.

 O ditado de negócios soa verdadeiro para profissionais de RH que tentam iniciar uma mudança cultural em suas organizações.

Trata-se da melhor oportunidade existente para RH, de atuar no processo de transformação das Empresas.

COMPONENTES_DA_MUDANÇA_DIGITAL.gif